FAQ

Home / FAQ

É a planta do software que será construído. Um conjunto de atividades que antecedem a programação, para definir melhor o produto e evitar retrabalho no futuro. É essencial para o bom andamento do projeto.

Reuniões, discussões do produto, planejamento inicial, alinhamento entre as equipes, estudo de documentações, protótipos, referências.

Atividades para definir e detalhar com mais profundidade as funcionalidades, regras de negócio e fluxos de uso do software, para que ele seja desenvolvido alinhado com as expectativas do negócio.

Verificação interna para garantir que a versão entregue está de acordo com as definições da documentação e protótipo. Executada por Testers, para que não hajam testes viciados.

Ajustes no software que não foram captados durante os testes, mas que precisam ser ajustados antes de seu lançamento.

Publicação da versão do software desenvolvida, após ter sido passado com sucesso pelo processo de Testes e de Validação.

Acompanhamento de um profissional exclusivo para reportar o projeto, ser o ponto focal gerenciando toda comunicação da equipe. Não é imprescindível para um bom projeto, pois a própria equipe é auto-gerenciável, mas interessante para empresas que querem ter uma pessoa focal.

API significa Interface de Programação de Aplicações. É um software que será hospedado na nuvem e que fará todo o controle das operações, regras de negócio, acesso à base de dados e interface entre outros sistemas, como aplicativos e sites. A API pode ser consumida inclusive por sistemas externos.

Como a API roda no servidor e é o “core” da solução, ela não é visível pelo usuário e toda interação com ela é feita através de um protocolo.

Nós utilizamos o conceito de API, porque através dela conseguimos manter todas as regras de negócio, requisitos e acesso a dados em um local único, isso facilita o desenvolvimento e a manutenção, pois conseguimos reaproveitar o código em outras partes do sistema, sem precisar replicá-lo.

Se não usássemos a API, teríamos que copiar todas as regras de negócio e acesso a dados de um site para um aplicativo, por exemplo, duplicando o código e tendo duas vezes mais trabalho para a manutenção.

Todo sistema que irá utilizar uma base de dados online precisa de uma API.
Não precisam de API, aplicativos que têm somente base de dados local/off-line ou sites que são exclusivamente institucionais, ou seja, não tem funcionalidades ou base de dados.